Qual o seu propósito com o ensino da dança?

Prazer, sou a Manu Berardo, fundadora do projeto educacional Balé da Vila. Hoje quero contar pra vocês um pouco a respeito do meu propósito na dança partindo da minha história.

Iniciei minha trajetória na dança na Faculdade Angel Vianna, aos 18 anos. Antes disso eu me dedicava ao circo e ao teatro. Me apaixonei pelo balé e me formei com 21 anos em licenciatura em dança, em seguida fiz uma pós graduação em preparação corporal para atores. Logo que me formei na faculdade comecei a dar aulas de balé para crianças na vila de casas onde eu morava no Humaitá. Era o início do Balé da Vila.



Eu na apresentação de fim de ano de 2016 na Escola Divina Providência

Nessa época eu era cheia de minhoca na cabeça, tinha dúvidas se eu podia mesmo dar aulas já que não era bailarina, era "só" professora.


Minha autoexigência na dança me afundava em baixa autoestima junto com a falta de conhecimento de que professora e bailarina são duas profissões distintas que muitas vezes não andam juntas.

Eu comecei a dar aulas sem nenhuma referência do que fazer: além de eu não ter feito balé na infância, na faculdade não havia uma matéria voltada para o estudo de metodologias de dança para crianças. O que eu tinha era uma experiência intensa no balé vivida na faculdade, um repertório de jogos teatrais, uma vivência positiva em educação nas escolas em que estudei e muita vontade de oferecer uma experiência significativa para as crianças na dança. E foi daí que comecei intuitivamente a pesquisar, experimentar e registrar as propostas que fazia em sala. E aos poucos fui moldando o que eu fazia, as turmas foram crescendo, e uma metodologia nasceu. Criei todo um jeito de ensinar balé que partisse do que fizesse sentido para a criança, para seu contexto, pensando o que seria positivo para o seu desenvolvimento. Para mim, sempre fez sentido que a técnica do balé fosse um meio de organizar o movimento e não a finalidade da aula.

Minhas aulas sempre foram um convite afetuoso para que a criança se expressasse com a dança e para que isso fosse uma proposta clara com resultados visíveis nos corpos foi necessário bastante estudo.


O meu objetivo é que a dança auxilie o desenvolvimento da criança e se por acaso ela seguir no balé que seja muito feliz.

O Balé da Vila é sem dúvida meu primeiro filho! Cheguei a ter 80 alunas na Vila e então fui gentilmente convidada a me retirar de lá que era um espaço residencial. A partir daí comecei a entrar em várias escolas do Rio apoiada por uma equipe de professoras que haviam sido minhas assistentes e começaram a aplicar a metodologia. Nessa expansão tínhamos entre 100 e 200 crianças a cada ano fazendo as aulas. Nesse período aprendi muito sobre empreender já que formalizei a empresa em sociedade com meu ex-companheiro. Após 5 anos nesse modelo entendi que era hora de renovar o meu propósito e reinaugurar a minha relação com as professoras.


Elis, uma das professoras da equipe, com sua turma na apresentação de fim de ano

Quando eu fui para as escolas com uma equipe de professoras, o meu objetivo era ensinar a metodologia do Balé da Vila para que elas replicassem. O meu objetivo agora é inspirar que cada professora encontre o seu propósito no ensino da dança. E ofereço todo o trabalho de pesquisa que construí com o Balé da Vila como uma referência, uma inspiração. Se vocês quiserem aplicar 100% do que eu ensinar pra vocês vou me sentir honrada pelo reconhecimento, mas o principal é que você entenda o que faz sentido pra você.

E para isso você precisa olhar para a sua história na dança, entender quem você é e o que você quer com a sua profissão.

Portanto, te convido a vir comigo nessa jornada de autoconhecimento e muito estudo.

Obrigada por fazer parte do meu propósito!

Com afeto e alegria,

Manu Berardo

8 views0 comments

Recent Posts

See All